Desculpas que já usou para comprar roupa

perfumes-importados
Curiosidades interessantes sobre perfumes
01/05/2015
lisinho-1024x649
Cinco dicas para uma escova perfeita
09/05/2015
Mostrar Todos
Beautiful young woman shopping over internet.

Você passou em frente a uma vitrine e ficou em dúvida se entrava na loja ou não. Automaticamente, seu cérebro elaborou um motivo para você ir em frente – seja para justificar-se a si mesma ou à outra pessoa. Isso é perigoso quando você já tem uma tendência a gastar mais do que pode e acaba se enrolando com dívidas no final do mês.

Confira oito desculpas para fazer compras que são sinal de alerta para você pensar duas vezes se vale a pena.

“Preciso de roupa para trabalhar” – você sabe bem que não vai usar essa nova blusinha de paetês no trabalho, mas se alguém pergunta você diz que comprou por necessidade.

“Está com muito desconto, não posso perder” – a palavra “liquidação” chama sua atenção imediatamente ao passar por uma vitrine? Comprar algo que você não precisa por um preço baixo ainda é caro.

“Não tenho nenhuma roupa dessa cor” – talvez porque você nem goste de usar essa cor. Vale pensar duas vezes se você realmente vai usar e se sente confortável com ela.

“Essa peça nunca vai sair de moda” – investir em peças que você vai usar por muito tempo é uma boa ideia, mas de nada a adianta se você nem gosta tanto assim.

“Faz tempo que não compro nada” – o conceito de tempo é relativo (ainda mais nesse caso), mas o que importa realmente: você gostou muito ou precisa comprar essa roupa agora?

“Posso pagar parcelado” – mas vai precisar pagar de qualquer maneira. Cuidado para não comprometer seu orçamento com itens que você vai encostar no fundo do armário antes mesmo de terminar de pagar.

“Acabei de receber o salário, posso gastar” – nenhum problema em se presentear, afinal você trabalhou para isso. No entanto, vale pensar se, em longo prazo, você não vai querer algo que exigirá uma economia agora.

“Essa peça combina perfeitamente com aquela minha saia” – por impulso, você comprou uma peça que nunca usou e agora vai usá-la como desculpa para comprar outra (que também não vai usar). Será que vale a pena o gasto?

Fonte: http://www.bolsademulher.com/