Ler para crianças ajuda a despertar paixão pela leitura

HT1GKkgFvpkXXagOFbXQ
Mochilas: saiba como apostar no acessório
26/04/2015
area-de-servicolavanderia---esse-e-um-comodo-muitas-vezes-esquecido-mas-fundamental-para-a-vida-pratica-nos-tempos-atuais-uma-maquina-de-lavar-roupas-e-quase-que-um-item-de-1420829680017_1024x768
Coisas que você pode lavar à máquina e não sabia
01/05/2015
Mostrar Todos
a-incrivel-necessidade-de-contar-estorias.html

O amor pelos livros pode começar desde cedo. Apresente o mundo da leitura para os seus pequenos com as dicas de mamães especialistas em contação de história.

Os livros abrem caminhos e nos levam para um mundo novo. Historinhas divertidas, com desenhos bonitos e carregadas de ensinamentos podem mudar a vida do seu filho… e a sua também!

Para falar sobre a importância da leitura na vida das crianças, conversamos com algumas mamães blogueiras que não passam um dia (ou uma noite!) sem dedicar um tempinho lendo para os pequenos.

Patrícia Papp, do blog Eu Viajo Com Meus Filhos e colaboradora de Disney Babble, é mãe de Pedro, 11 anos, e Luiza, de 6, e adora ler para os seus pequenos – principalmente os livros que trazem algumas lições embutidas nas histórias, como o “Maria-Vai-Com-As-Outras” e “Lucia já vou indo”. “Eles falam sobre comportamentos comuns das pessoas que, muitas vezes, atrapalham o dia a dia e interferem na rotina. É uma maneira divertida e lúdica de falar com as crianças”, conta.

Já Mariana Amaral, do blog Mundo Ovo, mãe de Tomaz, de 7 anos, e madrasta boazinha de Maria, de 13, gosta de ler livros que trazem vários personagens, como o “Pato! Coelho!” e o “Bichos Que Existem e Bichos Que Não Existem”. “As crianças adoram, tanto que a gente costuma ler e reler a mesma história várias vezes. De quebra, você pode começar a explicar diferentes pontos de vista e opiniões que devem ser respeitados”, explica.

Nívea Salgado, blogueira do Mil Dicas de Mãe e colaboradora de Disney Babble, é supercompanheira da filha Catarina, de 4 anos. Entre os livros que as duas mais amam ler, estão os que falam sobre os sentimentos. “Eles são gostosos de ler e os enredos são tocantes. Um deles em específico, o “Adivinha Quanto Eu Te Amo” se tornou uma brincadeira entre nós duas, de falar sobre o amor que sentimos uma pela outra – ‘eu te amo a altura do meu pulo’, ‘eu te amo toda a estradinha daqui até o rio’, ‘eu te amo até a lua!’”, cita Nívea.

Para Fernanda Avila, do Eu Viajo Com Meus Filhos e também colaboradora de Disney Babble, a leitura atravessa fronteiras e aproxima gerações. O livro que marcou a sua infância, “Chapeuzinho Amarelo”, de Chico Buarque, foi um dos primeiros que ela comprou para as filhas, Marina, de 11 anos, e Olivia, de 5. “Não me canso de contar a história para elas, que já conhecem as rimas de frente para trás”. E quando a história é sobre lugares diferentes, não há quem resista. “As meninas adoram, pois amplia o olhar e trata do assunto ‘viagens’, que todo mundo ama lá em casa”, comenta.

À frente do blog Petit Niños, Marina Breithaupt, que é mamãe da Bárbara, 13 anos, e Theo, de 4, e colaboradora de Disney Babble, indica livros “curiosos” que, além de entreter, apresentam vários ensinamentos. É o caso da enciclopédia “Ah, Eca!”. “Os meninos se divertem. Quase todos os dias leio um trecho para eles, que fazem várias perguntas. Uma graça!”. Para Marina, histórias engraçadas de animais também funcionam bem. “O Theo se diverte com as trapalhadas e sempre usamos exemplos dos livros quando ele precisa fazer alguma tarefa”, conta.

Loreta Berezutchi, do blog Bagagem de Mãe, mãe do Pedro, 7 anos, e da Catarina, 5, aposta em obras clássicas e bem ilustradas. “As crianças amam as ilustrações”, destaca. Como é o caso do “Adivinha o Quanto Eu Te Amo”. “É muito legal a brincadeira com as proporções sobre o tamanho do amor. Por causa do livro, eles aprenderam uma boa noção de tamanho e distância. Toda vez que terminamos a leitura, eles começam a inventar medidas, distâncias e tamanhos. É um barato!”, conta.

Para trazer o melhor da literatura infantil para o seu filho, pedimos a ajuda das mamães entrevistadas e montamos uma lista com os livros mais indicados por elas. Confira!

Para enfrentar medos

“Chapeuzinho Amarelo” – Autor: Chico Buarque | Ilustração: Ziraldo | Editora: José Olympio

Para falar sobre comportamento

“Maria-Vai-Com-as-Outras” – Autora: Sylvia Orthof | Editora: Ática Editora
“Lúcia Já Vou Indo” – Autora: Maria Heloisa Penteado | Editora: Ática Editora

Para falar de animais

“Bichos que Existem & Bichos que não Existem” – Autor: Arthur Nestrovski e Maria Eugênia | Editora: Cosac Naify
“Baboji, a Árvore Mágica” – Autor: Piet Grobler | Editora: Biruta
“Kira e o Voo da Abelha” – Autora: Lúcia Fontes | Editora: LF Comunicações

Falar sobre as diferenças

“Pato! Coelho!” – Autora: Amy Krouse Rosenthal e Tom Lichtenheld | Editora: Cosac Naify

Para falar sobre tecnologia

“É um Livro” – Autor: Lane Smith | Editora: Companhia das letras

Para falar sobre sentimentos

“Adivinha Quanto Eu Te Amo” – Autor: Sam McBratney | Editora: Salamandra
“Mil e Uma Estrelas” – Autora: Marilda Castanha | Editora: SM

Para falar sobre família e conectar gerações

“Bisa Bia, Bisa Bel” – Autora: Ana Maria Machado | Editora: Salamandra

Para expandir fronteiras

“Um Mundo de Crianças” – Autores: Caio Vilela e Ana Bush | Editora: Panda Books

Contos de fadas

“O Diário do Lobo – A Verdadeira História dos Três Porquinhos” – Autor: Jon Scieszka | Editora: Companhia das Letrinhas

Curiosidades

“Ah, Eca!” – Autor: Joy Masoff | Editora: Ediouro

Clássico

“O Pequeno Príncipe” – Autor: Antoine de Saint-Exupéry | Editora: Caravela

Fonte: http://disneybabble.uol.com.br/